11.4 C
Valinhos
quinta-feira, agosto 5, 2021

Sindesmologia – Estudo das Articulações

SINDESMOLOGIA (DO GREGO – SYNDESMOS, LIGAMENTO) OU ARTROLOGIA (DO GREGO – ARTHRON, JUNTURA) É O ESTUDO DAS JUNTURAS OU ARTICULAÇÕES (DO LATIM – ARTICULATIO, ARTICULAÇÃO).

Há vários critérios para classificarmos as articulações; o mais utilizado é o que especifica o tipo de tecido interposto entre os ossos articulantes.
Este tecido pode ser: fibroso, cartilaginoso e sinovial.
As articulações fibrosas e cartilaginosas são estabelecidas pela continuidade dos ossos articulantes através do tecido interposto.
As articulações sinoviais se fazem por contigüidade já que uma cavidade separa as partes articulantes.

TIPOS DE ARTICULAÇÕES:

I – Articulações fibrosas:

1 – sindesmose – grande quantidade de tecido conjuntivo. Ex: antebraço e perna.
2 – sutura – sofre sinostose, possui menos tecido interposto, ex: crânio.
Plana ou harmônica. Ex: inter nasal.
Serratil: com dentículos engrenados. Ex: interparietais.
Escamosa: em bisel. Ex: parietotemporal.
3 – gonfose – articulações fibrosas entre os dentes e seu alvéolo.

II – Articulações cartilaginosas: semimóveis com movimentos elásticos.

1 – sincondrose – cartilagem hialina, sofre sinostose.
Intra óssea. Ex: cartilagem de crescimento de osso longo.
Inter óssea. Ex: osso coxal (bacia pélvica) – ílio, ísquio e púbis.
2 – sínfise – não sofrem sinostose. As partes ósseas são recobertas por uma fina camada de cartilagem hialina e se articulam por meio de fibrocartilagem espessa. Ex: sínfise púbica, sínfise intercorpovertebral.

III – Articulações sinoviais:

São livremente móveis, caracterizam-se por terem tecido conjuntivo vascular formando uma membrana sinovial que produz sinóvia (do grego – syn, com; oon, ovo), um líquido no interior da cavidade articular que lubrifica a articulação. Apresentam cavidade articular que pode ser parcial ou completamente dividida por um menisco (joelho) ou um disco (articulação têmporo mandibular) e cápsula articular (camada espessa de tecido fibroso que mantém unidas as extremidades dos ossos articulantes).
De acordo com o número de superfícies articulantes, as articulações sinoviais podem ser divididas em simples (duas superfícies articulares), composta (mais de duas superfícies articulares) e complexas (quando há menisco ou disco na cavidade articular).

1 – Plana – articulação não axial com movimento de deslizamento e rotação.
Ex: intercuneiformes.
2 – Gínglimo ou dobradiça – uniaxial.
Ex: interfalângicas com movimento de flexão e extensão. No joelho é chamada articulação
condilar (do grego – kondilos, nó) devido a movimentos acessórios.
3 – Trocóide ou pivô – (do grego – trochos, roda); movimento de rotação.
Ex: movimento rádio ulnar proximal.
4 – Elipsóide – superfície articular discordante, isto é, uma côncava e uma convexa.
Assemelha-se a uma elipse. Realiza movimento de flexão, extensão, abdução e adução.
Ex: rádio cárpica.
5 – Selar – suas superfícies articulares opostas são reciprocamente côncava e convexa. É
articulação biaxial com movimento de uma articulação elipsóide.
Ex: trapézio, metacarpo e polegar.
6 – Condilar – articulação biaxial. Ex: articulação temporo mandibular.
7 – Esferóide – articulação triaxial. Ex: coxo-femural e ombro.

- Advertisement -

Visite:

- Advertisement -Aula Particular Valinhos

Conteúdos Recentes

Apostila de Botânica 2020

A disciplina BOTÂNICA, principalmente nos cursos de Biologia, constitui-se de aulas teóricas e práticas. As aulas práticas são de fundamental importância, pois oferecem aos...

Porque escolhi uma escola Waldorf

https://www.youtube.com/watch?v=MV3gvGvATHw

Documentário: Pedagogia Waldorf

https://www.youtube.com/watch?v=hr4uUZsC8_g
Professora Silvia Mattoshttps://professorasilviamattos.com.br/
Sou a Professora Silvia Mattos, Bióloga, Especialista Ambiental, Mestre em Toxicologia Ambiental, Patologista e Técnica Química. Prof. da Educação Infantil. Dou aulas particulares, Treinadora técnica e comportamental, lecionei 21 anos nas F. Padre Anchieta e SENAC.

Mais artigos

Open chat